17 janeiro 2017

Entre-os-Rios (Invernos)


Todos os anos por esta altura o Rio Douro e Tâmega "aumentavam de volume" e "implodiam" na Natureza.
Era o Inverno do nosso descontentamento.
As barragens, sobretudo a de Carrapatêlo, vieram de alguma forma atenuar os efeitos devastadores da Natureza, sempre prevista mas cujas consequências, essas, imprevisíveis.

(Fotos Dr.Manuel Alves)

 A ponte Duarte Pacheco e muitas vezes as margens do Rio Tâmega iam submergindo nas suas águas frias e negras.

 (Fotos Dr.Manuel Alves)

 Ao longo do Rio Douro as suas margens iam ficando a pouco e pouco submersas com as águas barrentas arrancadas às suas margens.

 (Fotos Dr.Manuel Alves)

Eram tempos de preocupação para as gentes ribeirinhas. Não esqueço os moradores do Largo da Feira, todos os anos, com o coração nas mãos à espera do pior.
A barragem do Carrapatêlo veio definitivamente alterar esta situação e com a construção da barragem de Cretuma/Lever o "romantismo" do Rio Douro e Tâmega desapareceu mas trouxeram mais conforto a toda esta gente.

O Rio Douro, agora, é mesmo assim

Sem comentários:

Enviar um comentário

As Minhas Férias

- Há quem goste de passar férias na praia e esticar-se nas areias Algarvias, vá de "vela" para paragens longínquas e ainda quem n...