23 fevereiro 2007

Convento de Alpendurada

Entre-os-Rios, onde as águas do Tâmega entroncam nas do Douro que uma hora antes beijavam as margens do Convento


Um aspecto do lado profano do Convento

Um dos agradáveis recantos

22 fevereiro 2007

Convento de Alpendurada

A meia dúzia de quilómetros de Entre-os-Rios e já na outra margem do Rio Tâmega no Concelho do Marco de Canavezes podem os nossos visitantes encontrar este recanto relaxante e encantador.
Antigo Convento sobranceiro ao Rio Douro está hoje adaptado em parte a um espaço de lazer.
Durante alguns Posts procurarei dar uma pequena visão do local.

Aspecto de parte do Convento na sua faceta mundana

Do alto do Convento, o Rio Douro.

09 fevereiro 2007

O Club da Terra


Foi o Club da Terra enquanto a Albufeira não inundou o "Estádio" nas margens do Douro.
Agora é só para Turista ver. Entretanto os Cracks dessiminaram-se pelos grandes Clubs ajudando-os a ganhar campeonatos com os seus aplausos.

05 fevereiro 2007

Entre-os-Rios

14 meses após a queda da ponte a encosta de Entre-os-Rios ainda não tinha sido atacada pelas máquinas devastadoras.
Todos os projectos são tratados nos segredos dos Deuses, o Povo anónimo só se apercebe quando o barulho das máquinas se faz ouvir. As vozes discordantes, anónimas, numa pequena aldeia tornada "famosa" pela desgraça não se consegue fazer entender, a política e o tacho estão sempre à frente.
As alternativas então em estudo foram p'ró lixo, já não interessavam, havia que acalmar as populações. Onde estavam as organizações ambientalistas?
Pobre país onde os políticos põem os seus interesses em primeiro lugar.

04 fevereiro 2007

Espelho meu...

A encosta foi esburacada, pisada, removida e finalmente paredes de betão.
O "progresso" a isto obriga. Uma paisagem que só daqui a dez ou quinze anos será disfarçada pela patine do tempo, tudo para abrir uma variante de oitocentos metros. Valeu a pena?
Esta variante tinha sido o primeiro estudo, mas pelas consequências ambientais foi condicionada a um novo projecto para um traçado mais apropriado.
A queda da ponte Hintze Ribeiro precipitou tudo. Acalmar o Povo revoltado era a palavra de ordem.


03 fevereiro 2007

Causa e Efeito

Não sendo Historiador mas apenas um debutante Estoriador e nem tendo paciência para me embrenhar em estudos ou consultas mais pormenorizadas como Denudado tão bem ilustra o seu Blog, fico-me pelo “ouvir dizer” e pela extrapolação visual.

Este lugar de Entre-os-Rios, segundo algumas crónicas, tem origem em tempos pré Romanos, mas os seus vestígios no lugar são inexistentes. No entanto, nas redondezas, em locais mais elevados, encontram-se vestígios significativos dessa presença bem como da posterior ocupação Romana que aliás se encontra um pouco difundida por todo o concelho. Parecia que os locais elevados e longínquos das vias habituais de comunicação eram os escolhidos como medida defensiva – recordo-me da razão histórica do Curral das Freiras na Ilha da Madeira – daí, talvez, a razão pela qual não existam vestígios junto às margens do Douro ou Tâmega..

Poderá acrescentar algum forasteiro que os antigos tinham bom gosto pelas belas paisagens que daí poderiam observar.

Terra esquecida, salvo a lampreia de Entre-os-Rios, só voltou às parangonas com o triste episódio da queda da ponte. Durante

décadas nenhuma administração autárquica se lembrou do óbvio, que a “Auto-estrada” do Douro existia e estava ali, a porta para todo o concelho.


Finalmente por obra e desgraça da queda da ponte, o Ministério das Obras Públicas meteu mãos à obra, ficarão assim abertas as portas aos turistas do Rio Douro.

01 fevereiro 2007

Lá do Alto...

Na encosta sobranceira a Entre-os-Rios existe o lugar de Abôl e Eja donde se pode admirar uma parte do vale do Tâmega e do Douro. É uma pequena e estreita estrada Municipal mas com óptimo piso que vale a pena percorrer. Pode entrar-se pelas Termas da Torre-Entre-os-Rios e sair na nova ponte sobre o Rio Douro. Explorar algumas pistas adjacentes confortará as vistas do viajante.

Vista da barragem do Torrão do lugar de Abôl

Vista sobre o Rio Douro na confluência com o Tâmega do lugar de Eja

Ao Cair da Noite

2011 - Entre-os-Rios e Torrão