12 novembro 2015

1970 - Recordar

Aqueles que nasceram e viveram nesta terra terão agora saudades destes areais que jamais serão reais.
Recordo as brincadeiras da minha infância, os banhos, as pescarias e recordo tantos conterrâneos uns ainda por cá e muitos por esse mundo fora e outros ainda já fora do mundo.
Recordo também que o 'mamarracho' junto à Ponte Duarte Pacheco, em frente, ainda não existia. Era a limpeza das vistas e da alma, era a Natureza na sua expressão mais simples e mais bela.
Esta é a primeira foto de uma série que aqui exporei e que guardo com saudade.

1 comentário:

“SOU DA RUA” – Para memória futura

- 2017-07-29 - Nesta data e como constava no convite, realizou-se o IV Convívio Sou da Rua. Por imponderáveis não me f...