23 novembro 2016

Novembro 2016 - Ano do Senhor (A Camisinha)


O dia estava um pouco chamusco mas isso não evitou fazer um pequeno desvio.
A primeira impressão foi agradável, a nova ponte sobre o Douro e lá em cima na Eja, a velha Igreja Romana e a Capela da Snra de Cividade.


E fomos na aventura...

Subindo a estrada para a Eja a partir da rotunda lá chegamos ao desvio para a Capela da Snra da Cividade

 Em chegando ao "Largo de Anésia" viramos à esquerda (360 graus)

e vamos subindo até à Rua dos Aidos...

 aí vira à direita...
e lá no alto...

... a Capela!


A Capela da Snra da Cividade é juntamente com a Igreja Romana de S. Miguel o principal ponto Turístico, se não o único, da Freguesia da Eja.
O que aqui podemos ver é uma vergonha que envergonha todos os habitantates da Freguesia mas muito particularmente os habitantes do Lugar da Eja.
 "Camisinhas" é 'mato'...


De quem é a responsabilidade?
Já não basta termos  no Cemitério de S. Sebastião o telefone do "Além" a preencher o local de estacionamento que mais parece um campo para jogar ao Carolo e temos também de ter esta vergonha entre "portas".


 "Camisinhas" espalhadas como "confetis" e as "toalhinhas" de papel para "assoar o nariz"





 
e ainda  "escavações" Arquiológicas(?) ou com pretensões.


Por este andar qualquer dia o "mato" cobre a Capela


O desleixo não é notório, é evidente.
E é esta a Junta de Freguesia da Eja.
Mas nem tudo é mau, mas o que o não é, é-nos dado pela mãe Natureza.


Apesar de um dia nebuloso a vista é deslumbrante e continuando lá chegamos ao fim da viagem em ENTRE-OS-RIOS


Sem comentários:

Enviar um comentário

Autárquicas na EJA - Uma pergunta que se impõe

- Numa entrevista dada pela filha e pai Guedes a uma jornalista do jornal Observador, entre várias alarvidades, há uma que me sugere uma qu...