03 julho 2006

Na Confluência

A partir de hoje e durante algum tempo irei apresentar algumas fotos da zona de Entre-os-Rios e Torrão na década de 70.
Entretanto passaram 30 e alguns anos e muito se alterou neste espaço de tempo.
A barragem de Lever/Crestuma alterou profundamente o aspecto do Rio Douro e do seu afluente Tâmega. Para os mais novos poderá representar apenas uma curiosidade, para os mais velhos a saudade das banhocas, os "grandes" jogos de futebol nos areais e sobretudo as "grandes" pescarias rio acima, rio abaixo, conhecedores que todos eramos dos tais "fios de água" onde o muge acorria e onde seguindo o velho ditado "pela boca morre o peixe", lá ía a minhoca no anzol.
Os ventos mudam, o tempo passa e esta vida é de mudança; mas o passado existiu e qualquer que ele fosse faz parte vivida dos mais velhos e contos para os mais novos.
Dos mais novos quem já não ouviu o pai ou avô contar a estória dequele peixe de metro e meio (?!) que demorou duas horas (?!) a meter no barco? Afinal era um peixe bem grande (!) que cabia numa sertã!

Por alturas de Novembro já com os rios a anunciarem as cheias Invernosas
Cais do Torrão e ao fundo o areio de Boure


Dois aspectos do lugar do Torrão

Sem comentários:

Enviar um comentário

“SOU DA RUA” – Para memória futura

- 2017-07-29 - Nesta data e como constava no convite, realizou-se o IV Convívio Sou da Rua. Por imponderáveis não me f...